Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ups... Já nos 40!

Esta sou Eu... sou Mãe, mas acima de tudo Mulher! E já nos 40...

Ups... Já nos 40!

Esta sou Eu... sou Mãe, mas acima de tudo Mulher! E já nos 40...

Estou que nem posso...

Frascos-ambientadores.jpg

Estão a ver estes frasquinhos ambientadores? Comprei um para o meu automóvel e como é costume comprei da fragrância de baunilha. Fui a uma dessas lojas dos "trezentos" (não chinês), e vi lá uns assim para o baratinho (menos de 1€), e pensei "é mesmo isto" (os que costumo comprar custam à volta dos 2/3€).

Hoje quando entro no carro senti um cheiro diferente, não a baunilha, mas sim a um caramelo doce.

Vim todo o caminho a imaginar isto na minha frente:

Milka.png

O que um simples cheiro faz à nossa mente. Nunca mais são 16.30h para ir ao supermercado mais próximo...

Coisas que se ouvem por aqui...

Como já disse em anteriores posts, estou num Centro de Saúde a fazer um CEI (Contrato Emprego-Inserção), e há dias em que se ouvem assim uns novos termos (tenho pena de não ir anotando que no final dava uma lista engraçada)...

Hoje, enquanto confirmava uma consulta a um utente, pergunto-lhe:

- Quer pagar?

- Pagar? Mas eu não sou "ausento"????

(tive de me controlar... )

Coisas do Desemprego #1

Ao fim de 2 anos e 4 meses recebo uma convocatória do IEFP (a PRIMEIRA, pasme-se!) para ir a uma sessão de esclarecimento sobre direitos e deveres... ao fim de 2 anos e 4 meses de estar desempregada...

Uma sessão muito esclarecedora, sem dúvida (nota-se assim muito o sarcasmo?!)... se ao fim deste tempo não estivesse consciente dos meus direitos e principalmente dos meus deveres estávamos mal, certo?

O que a técnica do Centro de Emprego referiu é que estão a convocar os desempregados para este tipo de sessões (e outros) visto que já não existe a obrigatoriedade das apresentações quinzenais e assim "controlarem" os desempregados. A mim pareceu-me perfeitamente desnecessário, visto que o que lá referiram em nada acrescentou ao que já sabia, mas a presença era obrigatória.

Mas o que me deixou hoje um pouco em baixo foi voltar a ter contacto com a realidade deste flagelo social (ao estar inserida num CEI não tenho esta percepção visto que me encontro "ocupada" e sem grande contacto com o Centro de Emprego). Eu sou só mais uma no meio de tantos, é verdade, mas senti-me tão deslocada, tão a pensar "não tenho nada a ver com isto", "isto não é a minha realidade"... 

No pequeno auditório estavam cerca de umas 50/60 pessoas (no meu grupo), antes saiu um grupo mais ou menos idêntico e depois novamente outro grupo composto por mais meia centena de pessoas. Se calhar ao todo em 3 horas passaram por ali cerca de 200 pessoas como eu: desempregadas. A sua maioria com idade acima dos 50 anos...

Venho triste, de cabeça baixa, por estar inserida numa realidade que sinto que não é a minha, mas que cada dia que passa vejo mais dificuldade em sair dela...

Começas bem a semana quando...

... chegas a casa ao final da tarde e tens na caixa do correio um aviso de corte de abastecimento por parte dos Serviços Municipalizados, mas pensas que é só um aviso... mas quando entras em casa e rodas a torneira... nadica de água... nem pingo... (#Parte1).

... sem água em casa, vais direto ao supermercado para comprar uns garrafões do dito precioso líquido... mas quando entras no supermercado... nadica de água... nem garrafões, nem garrafas de 1,5L, nem garrafas de 0,33L... nem pingo... (#Parte2).

Boa semana para vocês também...

AGUA.jpg

 

Pág. 1/2